terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Operário morre em obra de expansão do Metrô

Um homem morreu nesta segunda-feira, atingido por uma barra de ferro, enquanto trabalhava na obra da expansão da linha Verde do Metrô, na estação Vila Prudente, na zona leste de São Paulo. O operário foi atingido por uma peça que caiu de um guindaste, segundo informou o Corpo de Bombeiros.

A vítima de 49 anos, identificada como Raimundo Maria de Almeida, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A barra que atingiu o operário, segundo as autoridades, pesava quase uma tonelada; os funcionários que trabalhavam no local confirmaram a informação.

No momento do acidente outras 20 pessoas estavam no local. De acordo com as quatro equipes de resgate que participaram da ação, não houve outros feridos.

A obra foi paralisada após o incidente e passará pela perícia da Polícia Civil. Ainda não se sabe o que causou a queda da barra de ferro.

A assessoria de imprensa do Metrô informa que a empresa apura as causas do acidente. Pelo cronograma do Metrô, a estação de Vila Prudente deve ser inaugurada no primeiro semestre de 2010.

(Fonte: Agência Estado/Veja.com)

102 minutos


Esse livro de autoria dos reporteres do New York Times, Jim Dwyer e Kevin Flynn, relata os 102 minutos entre o instante em que o primeiro avião atingiu a Torre Sul do World Trade Center, às 8h46 do dia 11 de setembro de 2001, e o momento em que a Torre Norte desabou.

O livro foi feito com base em entrevistas, gravações, emails, documentos oficiais, gravações de telefonemas e transcrições de pedidos de socorro nos serviços de emergência, e apresenta uma narrativa minuciosa e precisa do ponto de vista de quem estava diretamente no local

É uma boa pedida para os profissionais da área de segurança aprenderem quais são as reais reações humanas na hora de uma emergência desse tamanho.

Fica a dica.

Saudações Prevencionistas
Engº Bianchini